CADA PESSOA É ÚNICA

  • Doenças com características semelhantes podem responder diferentemente ao mesmo tratamento.
  • É possível identificar quais os medicamentos são mais adequados para você.
  • Você e seu médico podem avaliar a resposta a tratamentos mais efetivos e menos tóxicos antes da sua administração.
  • O seu médico terá informações que irão orientar e guiar o tratamento mais adequado para você.
  • Ambos receberão informações que irão auxiliar a definir um plano terapêutico personalizado e de precisão.
  • Este exame possibilita a predição da potencial resposta de um tumor a diversos tratamentos, auxiliando o médico na escolha da terapia mais efetiva e menos tóxica para cada paciente, sendo uma ferramenta importante para a oncologia de precisão.
  • Diferente de testes genéticos que apenas apresentam ausência ou presença de alterações, este é um teste celular funcional, pois é capaz de demonstrar como as células do câncer irão responder quando forem expostas aos vários tipos de medicamentos disponíveis.

POR QUE ONCOLOGIA DE PRECISÃO?

Testar tratamentos oncológicos antes de prescrever ao paciente.

Predizer potencial resposta.

Auxiliar na escolha da melhor terapia, com menor toxicidade.

Permite maior acesso de pacientes à ONCOLOGIA DE PRECISÃO.

COMO ESCOLHER O MELHOR TRATAMENTO PARA MIM?

Através da ONCOLOGIA DE PRECISÃO é possível identificar os medicamentos mais adequados para cada indivíduo, ou seja, avaliando a resposta a tratamentos mais efetivos e menos tóxicos antes da sua administração em cada paciente.

O combate ao câncer está se tornando cada vez mais possível e acessível através da ONCOLOGIA DE PRECISÃO.

CÂNCER E ONCOLOGIA DE PRECISÃO

A medicina de precisão é a adaptação do tratamento médico às características individuais de cada paciente.

As abordagens podem ser genéticas, moleculares ou celulares e utilizam de informações de cada paciente para determinar quão bem ou quão mal irá funcionar um determinado tratamento. Dessa forma, é possível prever quais tratamentos serão mais seguros e eficazes para cada paciente e quais não serão.

No caso de testes para tratamento de câncer – oncologia de precisão – permitem que os médicos possam selecionar uma terapia ou tratamento baseado no perfil do paciente, podendo não apenas minimizar os efeitos colaterais das medicações e garantir um melhor resultado do tratamento, mas também podendo ajudar a diminuir os custos em comparação com uma "tentativa e erro", abordagem mais comum em tratamentos mais convencionais contra o câncer.

A oncologia de precisão apresenta-se como o FUTURO DA ONCOLOGIA.  

Câncer é o nome dado a uma doença multifatorial que tem como principal característica o crescimento desordenado de células, que invadem tecidos e órgãos. Outras características que diferenciam os diversos tipos de câncer, além da célula de origem, são a velocidade de multiplicação das células e a capacidade de invadir tecidos e órgãos vizinhos ou distantes, conhecida como metástase. O processo de formação do câncer é chamado de carcinogênese ou oncogênese e, em geral, acontece lentamente, podendo levar vários anos para que uma célula cancerosa prolifere-se e dê origem a um tumor visível. Os efeitos cumulativos de diferentes agentes cancerígenos podem ser os responsáveis pelo início, promoção e progressão do tumor.

Para maiores informações acessar: www.inca.gov.br  

Os principais tipos de tratamentos contra o câncer são:

Cirurgia é o mais antigo tipo de terapia contra o câncer e ainda é um dos principais tratamentos para vários tipos de câncer
Quimioterapia utiliza medicamentos anticancerígenos para destruir as células tumorais, pode ser
- Curativa - quando usada com o objetivo de obter o controle completo do tumor;
- Adjuvante - quando realizada após a cirurgia, com objetivo de eliminar as células cancerígenas remanescentes, diminuindo a incidência de recidiva e metástases à distância;
- Neoadjuvante - quando realizada para reduzir o tamanho do tumor, visando que o tratamento cirúrgico possa ter maior sucesso;
- Paliativa (sem finalidade curativa, é utilizada para melhorar a qualidade da sobrevida do paciente).

Radioterapia faz das radiações ionizantes para destruir ou inibir o crescimento das células anormais que formam um tumor e pode ser utilizada como o tratamento principal do câncer, como tratamento adjuvante (após o tratamento cirúrgico), como tratamento neoadjuvante (antes do tratamento cirúrgico), como tratamento paliativo, para alivio de sintomas da doença como dor ou sangramento e para o tratamento de metástases.

Hormonioterapia é uma forma de tratamento sistêmico que leva à diminuição do nível de hormônios ou bloqueia a ação desses hormônios nas células tumorais, com o objetivo de tratar os tumores malignos dependentes do estímulo hormonal.

Terapia Alvo é um tipo de tratamento sistêmico que utiliza medicamentos alvo moleculares que atacam especificamente ou ao menos preferencialmente determinados elementos encontrados na superfície ou no interior das células cancerosas.

Imunoterapia tem como objetivo é potencializar o sistema imunológico. Utiliza medicamento capazes de estimular a ação das células de defesa do organismo, fazendo que essas células reconheçam o tumor como um agente agressor.

A definição do melhor tratamento é realizada pelo médico com base nos exames clínicos e nos medicamentos disponíveis e realiza o cruzamento das informações do paciente com os protocolos definidos em estudos clínicos.
O tratamento do câncer é feito por meio de uma ou de várias modalidades de tratamento sozinhas ou combinadas. A terapia é escolhida de acordo com diversos fatores:

- Tipo e local do câncer
- Idade
- Presença ou ausência de alterações genéticas
- Tratamentos realizados anteriormente
- Protocolos desenvolvidos em estudos clínicos (os pacientes recebem o tratamento que tenha maior probabilidade estatística de resposta).

Dicas, curiosidades e conteúdos sobre Oncologia de Precisão

Convidamos todos a darem uma olhada em nosso canal no YouTube.

O QUE É RESISTÊNCIA AO TRATAMENTO?

Resistência: é quando um tratamento age de maneira reduzida ou ineficaz.

INTRÍNSECA

Existe antes mesmo do tratamento iniciar, devido a um perfil celular, molecular ou genético de determinada pessoa.

ADQUIRIDA

Acontece após a exposição ao medicamento usado, como se o corpo fosse se acostumando com aquela medicação.

Resultados em até 5 dias

Para entrar em contato conosco, por favor, use nossas redes sociais informadas, e-mail ou pelo formulário.

© Copyright 2020 - Todos direitos reservados